O café além de sua xícara


O café é, há mais de mil anos, uma das bebidas mais apreciadas e consumidas em todo o mundo. No Brasil, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Café – ABIC há um consumo de 4,90 kg de café torrado por habitante/ano, ou seja, quase 81 L para cada brasileiro por ano (ABIC, 2017).

O consumo moderado (4 xícaras ao dia) torna o cérebro mais atento, diminui a incidência de apatia e depressão e estimula a memória, atenção e concentração e, portanto, melhora a atividade intelectual, sendo adequado para todas as idades, inclusive crianças e adolescentes (LIMA, 2007).

O consumo do café não deve ser considerado um fator de risco para doenças, pois é uma fonte de antioxidantes, podendo inibir inflamações e, portanto, reduzir até o risco de doenças cardiovasculares e outras doenças inflamatórias prolongadas. (ALMEIDA et al., 2003).

O café é uma bebida estimulante (rica em cafeína) e como todos os outros alimentos, não é interessante que haja um excesso de seu consumo. O café é uma bebida diurna, se consumido a noite pode alterar o sono. Cada pessoa deve buscar qual dose diária de café que a satisfaz, a recomendação seria de 2 a 4 xicaras de café ao dia. É importante fazer o uso do café sem açúcar ou com o mínimo de açúcar possível, para sentir o real sabor do café e evitar o consumo excessivo de açúcar.

Do ponto de vista nutricional, o café é uma bebida natural e saudável e se ingerido em doses moderadas, pode fazer muito bem para a saúde, além de prevenir doenças.

#Nutrição

Posts Em Destaque
Posts Recentes